24 março 2017

Colocando o tema Arc do Xubuntu 16.04

   Quer dar uma nova cara no seu Xubuntu, então coloque o Tema Arc, e personalize o seu Xubuntu.

  Arc é um tema plano com elementos transparentes para GTK 3GTK 2 e GNOME Shell que suporta GTK 3 e GTK 2 ambientes de desktop baseados como GNOMEUnityBudgiePantheonXfceMATE, etc

Passo 1) Entre no GitHub para baixar o Tema Arc.

Passo 2) Em Instalação (Installation) clique em OSB Repo do Ubuntu 16.04

Passo 3) Na próxima página, clique no ícone do Ubuntu.

Passo 4) Para xUbuntu 16.04 execute o seguinte:
  sudo sh -c "echo 'deb  http://download.opensuse.org/repositories/home:/Horst3180/xUbuntu_16.04/ /'  >  /etc/apt/sources.list.d/arc-theme.list"
 sudo apt-get update
 sudo apt-get install arc-theme


Obs.: Se por acaso aparecer a mensagem abaixo após você ter dado os comandos, então adicione a chave que é explicado no passo 5.

W: Erro GPG: http://download.opensuse.org/repositories/home:/Horst3180/xUbuntu_16.04  Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY 5A7D1D38BEB6D886
E: The repository 'http://download.opensuse.org/repositories/home:/Horst3180/xUbuntu_16.04  Release' is not signed.
N: Updating from such a repository can't be done securely, and is therefore disabled by default.
N: See apt-secure(8) manpage for repository creation and user configuration details.

Passo 5) Você pode adicionar a chave do repositório no apt.
Tenha em mente que o dono da chave pode distribuir atualizações, pacotes e repositórios que o seu sistema irá confiar.

Para adicionar a chave execute:
wget -nv http://download.opensuse.org/repositories/home:Horst3180/xUbuntu_16.04/Release.key -O Release.key

sudo apt-key add - < Release.key

sudo apt-get update



Passo 6) Agora vá em Configurações/Aparência e na aba Estilo já estará disponível para se escolher os temas: ArcArc Dark e Arc Darker.




Até a próxima!

17 março 2017

Lançamento do Endless OS 3.1.3

A equipe o Endless OS está disponibilizando uma nova atualização do seu sistema.

Veja o que há de novo no sistema operacional Endless versão 3.1.3


Redesigned Global Search Bar: A barra de pesquisa global na área de trabalho foi redesenhada, com um esquema de cores diferentes que torna mais fácil para os usuários verem e usar para pesquisar arquivos locais e da Internet.

Nova animação de boot: Agora, quando você liga o sistema operacional Endless, nosso logotipo aparece com a palavra "ENDLESS" abaixo dele.

Suporte do Chrome para aplicativos da Web: Se você definiu o Chrome como seu navegador padrão, os aplicativos da Web serão lançados lá em vez de Chromium. Isso permite o uso da Escola Virtual se você não tiver codecs para o Chromium. Ainda não suportamos o lançamento de aplicativos da Web em outros navegadores, por exemplo, o Firefox.
Skype versão beta: Esta versão mais recente do Skype para Linux permite aos usuários fazer chamadas de vídeo 1: 1 em todas as plataformas, em vez de apenas para outros usuários do Linux.

VLC traduções: Apoio à Tradução foi adicionado para mais de 20 idiomas.
Traduções adicionais para Bengali: os animais, Celebridade, cozinhar e aplicativos Geografia foram traduzidos para Bengali, substituindo os Inglês-somente aplicativos que foram enviados por padrão nesta língua.

GNOME Builder: Nós enviamos agora GNOME Builder, um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) para escrever software baseada em GNOME que suporta nativamente aplicações Flatpak construindo.
Firefox Flash Update: O jogador Flash plug-in para o Firefox recebeu uma atualização importante que corrige vulnerabilidades de segurança.

Pesquisar nas aplicações de vídeo: É agora possível para procurar vídeos em aplicativos que contêm vídeos.

Removido Soy 502 app: Soy 502 é um site de notícias popular na Guatemala. Infelizmente, as alterações recentes ao seu site ter quebrado o nosso app, então nós removemos-lo e não tem planos para apoiá-lo nas próximas versões.

Várias melhorias para nossos aplicativos: Vários erros foram corrigidos como categorias vazias no aplicativo Bengali Saúde e vídeos que eram impossíveis de reproduzir em VideoNet.

Instalador / Dual Boot


Imagens ISO: Agora é fornecido imagens ISO! Estes são novos e ainda precisa ser testado em muitos mais configurações, por isso agradecemos sua paciência enquanto rollout mais apoio. Por favor, ajude-nos a solucionar problemas e postar suas soluções no fórum!

Benefícios da imagem ISO:
  • Mais fácil criar pendrives USB em Linux e Mac
  • Pode ser usado em Máquina Virtual sem precisar de ferramentas especiais para gravar ou converter os arquivos de imagem de disco
  • Pode ser usado de USBs ou DVDs para fazer instalações de inicialização dupla em computadores Windows
  • Pode ser inicializado diretamente para tentar o sistema operacional sem fim no modo ao vivo
  • Pode ser usado para reformatar seu disco rígido ou substituir seu sistema operacional com Endless

Como usar as imagens ISO: 
Você pode gravar os arquivos ISO em um pendrive USB usando qualquer ferramenta de escrita "crua", como Rufus no Windows, Gnome Disks no Endless e na maioria das distribuições Linux, ou Etcher no Linux, Mac OS e Windows.

Algumas limitações conhecidas: 
No momento, não há maneira de fazer USBs vivos "persistentes" usando o arquivo ISO, então ferramentas como UNetbootin e Universal USB Creator não funcionarão com nossos arquivos ISO, uma vez que os USBs não inicializarão. Se você gravar a ISO em um DVD, também vimos alguns casos em que o sistema não consegue ler o DVD com rapidez suficiente e a inicialização falha.


Bugfix dual-boot: Corrigido um bug que fez a partição do Windows não estiver visível em sistemas de inicialização dupla.

Melhorias de localização: Corrigido um problema onde as imagens podem ser exibidas no idioma errado - ou seja, mostrando "Português (Brasil)" em vez de "Portugiesisch (Brasil)", mesmo se o aplicativo está sendo executado em alemão.

Suporte para indonésio, vietnamita e tailandesa: O Instalador infinita para Windows agora suporta o download e instalar as versões indonésio, vietnamita e tailandesa de OS infinito.

Para maiores informações acesse o site do Endless OS.

Até a próxima!











13 março 2017

Ubuntu Budgie 16.04.2 lançado

A equipe o Ubuntu Budgie tem o prazer de anunciar o lançamento da edição 16.04.2
Esta versão constrói sobre os ombros do fabuloso Ubuntu 16.04.2.
 

Ubuntu Budgie 16.04.2 vem equipado com o Kernel HWE e X Graphics. Appindicators são agora o padrão. Ele também vem equipado com o aplicativo budgie-welcome mais recente para você começar rapidamente. 

Procure a tela de votação de seu navegador, permitindo que você escolha os melhores navegadores da web (disponíveis em nossa opinião) disponíveis para o Ubuntu.
Budgie desktop é a mais recente série v10.2.9 e, claro, grande parte dos pacotes foram atualizados.



 

A edicão 16.04.2 está disponível em 64 bits e 32 bits ISO. Torrents também estão disponíveis.
Escolha a edição que você precisa napágina de downloads.

Se você está interessado em testar o Ubuntu Budgie acesse o site aqui.


Leia tembém: Guia de pós instalação do Ubuntu Budgie 16.04.2

Até a próxima!

02 março 2017

Como instalar ou atualizar para o ambiente LXQt no Ubuntu

LXQt é baseado na biblioteca QT e é praticamente o ambiente gráfico da distribuição LXDE. Se você quiser experimentar esse desktop, veja aqui como instalar ou atualizar para o ambiente LXQt no Ubuntu e derivados.



LXQt é resultado da fusão entre os projetos LXDE-Qt e Razor-qt: um ambiente de desktop leve, modular, super rápido e fácil de usar. O ambiente é uma boa opção para quem não quer ficar no Unity ou quer experimentar novos ares.

Ele usa o gerenciador de janelas Openbox, gerenciador de arquivos PCManFM-Qt (que é um port em qt do PCManFM), o painel de desktop Razor-panel, bem como outros itens Qt, como seus Core Components.


Como instalar o ambiente LXQt no Ubuntu e seus derivados.

Para instalar o ambiente LXQt no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
 

Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);

 sudo add-apt-repository -y ppa:lubuntu-dev/lubuntu-daily

Passo 2. Atualize o APT com o comando: 

sudo apt-get update


Passo 3. Atualize o sistema com o comando:
sudo apt-get upgrade

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;
sudo apt-get install lxqt-metapackage lxqt-panel openbox
 
 
 
Uma vez que a instalação estiver concluída, saia da sua sessão atual do Ubuntu. Na tela de login, clique no ícone usado para escolher o ambiente gráfico (o circulo branco).

Você será apresentado a uma tela com todas as opções de ambientes de desktop atualmente instalados. A mais recente adição a esta lista será o LXQt. Clique nesta opção e faça login novamente.



Desinstalando o ambiente LXQt no Ubuntu e derivados.

Se você não gostar ou se arrepender, para desinstalar o ambiente LXQt no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
 

Passo 1. Abra um terminal;
 

Passo 2. Desinstale o programa, usando os comandos abaixo;

sudo add-apt-repository -y ppa:lubuntu-dev/lubuntu-daily --remove
sudo apt-get remove lxqt-metapackage lxqt-session lxsession
sudo apt-get autoremove

 

Até a próxima!

 


 
 



21 fevereiro 2017

Nova Atualização do Ubuntu: 16.04.2

A Canonical liberou nesta semana a nova atualização para o Ubuntu 16.04 LTS, recebendo assim a numeração de 16.04.2. Existem algumas observações para serem feitas quanto a sua atualização, especialmente quando se refere ao Kernel, saiba mais:


O que há de novo na versão 16.04.2 LTS?

Conforme o tempo passa, muitas atualizações e correções são feitas. Para evitar que os usuários que baixarem o Ubuntu 16.04 LTS precisem baixar tantas atualizações, a Canonical vai lançando novas compilações da ISO com as atualizações e melhorias já incorporadas, assim nascem essas releases com um terceiro número, como 16.04.1, 16.04.2, etc.
Essas atualizações normalmente trazem versões mais recentes de uma série de programas e eventualmente, novos recursos para o sistema em si, mas um grande diferencial é a atualização do Kernel Linux, dando assim mais suporte para novos hardwares e mais desempenho em algumas situações.
As principais novidades do Ubuntu 16.04.2 LTS são a adição do Kernel Linux 4.8.x, Mesa Driver 12, e melhorias intensas no suporte de hardware, além da possibilidade da utilização do Kernel Ubuntu HWE (Hardware Enablement) e de correções de bugs menores.


Como atualizar para o Ubuntu 16.04.2 LTS?

Se você está rodando outro sistema operacional ou outra versão do Ubuntu que não seja a LTS atual (16.04), minha recomendação é formatar e instalar ela do zero, porém, se você já é um usuário do Ubuntu 16.04 LTS, assim como eu, você só precisa atualizar o sistema normalmente e você estará nesta versão.

Use o aplicativo "Atualizador de programas" para atualizar o sistema.

Ou use o terminal:
 sudo apt update && sudo apt dist-upgrade

Esse comando não vai mudar a versão do seu Kernel, o Ubuntu vai continuar utilizando o Kernel LTS, ou seja o 4.4.x, que vai receber atualizações de segurança até o fim dos 5 anos de suporte do Ubuntu.
Se você deseja utilizar um Kernel mais recente dentro da LTS, poderá utilizar o Kernel HWE, que acrescenta pacotes novos de drivers de vídeo e de suporte para novos componentes de hardware, é ideal para quem tem computadores muito novos ou equipamentos recém lançados.

Antes de atualizar o Kernel de uma versão para outra, é recomendável remover os eventuais drivers proprietários que você tenha, especialmente os de vídeo e de wifi, assim você evita conflitos.

Para atualizar para o Ubuntu 16.04.2 LTS com o Kernel HWE você precisa rodar estes comandos:
 sudo apt-get install --install-recommends xserver-xorg-hwe-16.04
 sudo apt-get upgrade

O primeiro comando direcionada para uma nova versão do X que puxara por dependência o restante dos pacotes.

Este recurso não é experimental, ele vem sendo utilizando desde o Ubuntu 10.10 para trazer suporte extendido para os lançamentos do Ubuntu, fazendo com que mesmo LTS antigas, como o Ubuntu 12.04.5 LTS, que ainda está em atividade (no final dela, inclusive), possam rodar em computadores lançados "mês passado", contudo, uma mudança de Kernel é sempre algo muito sensível.

Obs.: Esta recomendação em linhas gerais é somente atualizar em caso de necessidade, falta de reconhecimento de hardware ou caso você seja entusiasta e principalmente, se você sabe o que está fazendo.


Até a próxima! 
 

18 fevereiro 2017

Instale o FlatWoken icons no Ubuntu e derivados

Quer dar uma renovada no visual do seu desktop, pelo menos nos ícones dele? Então instale o conjunto de ícones FlatWoken icons.

FlatWoken icons é um conjunto de ícones desenvolvido por Alessandro Roncone. Ele possui basicamente design plano com cantos arredondados e usa uma abordagem minimalista.




O pacote é divididos em dois diferentes conjuntos de ícones: FlatWoken e FlatWokenMin (que é uma reinterpretação mais minimalista de seu irmão maior FlatWoken).

O Projeto FlatWoken está em seus estágios iniciais. Muitos ícones ainda estão sendo projetados, e o projeto está aberto a colaboradores externos, bem como apresentações individuais independentes.


Instalando o conjunto de ícones FlatWoken icons no Ubuntu e derivados.


Para instalar o conjunto de ícones FlatWoken icons no Ubuntu e derivados a partir de um repositório, faça o seguinte:

Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);

Passo 2. Se ainda não tiver, adicione esses repositórios com os seguintes comandos:
sudo add-apt-repository ppa:noobslab/icons

Passo 3. Atualize o APT com o comando:
sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o pacote com o comando:
sudo apt-get install flatwoken-icons

Depois de instalar, você pode usar o Unity Tweak Tool, Gnome-tweak-tool ou Ubuntu-Tweak, para mudar o tema, use este tutorial:

Fonte.


Até a próxima!



17 fevereiro 2017

Instalando o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu

Procurando ícones bonitos para deixar seu sistema mais estiloso? Então experimente instalar o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu.





 Shadow é um conjunto de ícones recém-chegado ao desktop Linux. Seu maior diferencial, é que ele fica muito bonito com todo o tipo de temas.

 Os ícones Shadow foram criados para serem limpos, modernos e customizáveis, a cor principal deste conjunto é o azul e muitos ícones de apps estão em formato redondo.

 Então, basicamente, este tema é a mistura de ícones de forma (quadrado) redonda e normal.




Instalando o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu e derivados.
Para instalar o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
 

Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
 

Passo 2. Se você ainda não tem, adicione o repositório do tema com o comando:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/icons


Passo 3. Depois, atualize o APT com este comando:

sudo apt-get update


Passo 4. Finalmente, instale o conjunto de Ícones Shadow usando o seguinte comando:


sudo apt-get install shadow-icon-theme




Desinstalando o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu e derivados.
 Para desinstalar o conjunto de Ícones Shadow no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
 

Passo 1. Abra um terminal;
 

Passo 2. Desinstale o conjunto de Ícones Shadow, usando o comando abaixo;

sudo apt-get remove shadow-icon-theme


 Para voltar ao estado anterior, use novamente o Unity Tweak Tool, Gnome-tweak-tool ou Ubuntu-Tweak, para mudar o tema, use este tutorial:

Fonte: 

Até a próxima!