15 junho 2018

Lançamento Linux Lite 4.0

A equipe do Linux Lite apresenta o seu novo sistema. O Linux Lite 4.0 Final já está disponível para download.


Este lançamento marca o início da série 4.x Codename Diamond.

As principais mudanças no Linux Lite Series 4.x incluem um novo ícone e tema do sistema, Timeshift para backups do sistema, Shotwell para gerenciar e executar edições básicas em imagens, MenuLibre para gerenciar entradas de menu, novos aplicativos Lite incluindo Lite Desktop que gerencia ícones comuns em Desktop, Lite Sounds para gerenciar sons de todo o sistema e muitos de nossos aplicativos existentes foram atualizados.

Veja abaixo todas as alterações:

- As especificações mínimas recomendadas foram levemente aumentadas para níveis mais realistas (RAM, CPU).
- Não há mais lançamentos ISO de 32 bits. Se você ainda precisar de um sistema operacional de 32 bits devido a limitações de hardware, o Series 3.x será suportado até abril de 2021.
- XFCE Pulseaudio plugin, foi adicionado à bandeja do sistema para opções altamente personalizáveis ​​em relação ao gerenciamento de volume.
- A criptografia total do disco agora substitui a criptografia doméstica no instalador (uma implementação do Ubuntu).
- O novo splash de inicialização também mostra o campo de senha na GUI para partições criptografadas.
- O Ubuntu não oferece mais a oportunidade de configurar uma partição swap. Um arquivo de swap agora é criado automaticamente para você, que tem no máximo 2gb ou 5% de espaço livre em disco (uma implementação do Ubuntu).
- Composição agora está habilitado pronto para uso.

Novos conjuntos de tema (Adapta) e ícone (Papirus).

Os ícones de Faenza foram descartados por não terem sido mantidos em algum momento (embora haja uma bifurcação) e o mesmo para o tema do Arc, o desenvolvimento parece ter parado ali. A maior parte de nossa abordagem ao tema na Série 4.x segue o popular foco de design plano. Nós também usamos agora o tema do mouse Openzone.

Para maiores informações acesse aqui o site do Linux Lite.

Até a próxima!

08 junho 2018

Lançamento do Regata OS 19 "Apollo"

A versão final do Regata OS 19 (Apollo) já está oficialmente disponível para download com diversas melhorias e novos recursos que devem aperfeiçoar ainda mais a experiência dos usuários, bem como melhorar o suporte do Regata OS com o hardware do seu PC, isso graças as mais recentes e estáveis tecnologias presentes na plataforma Linux que foram implementadas no Regata OS




Um ambiente gráfico mais estável com o KDE Plasma 5.12 LTS
O ambiente gráfico do Regata OS, o KDE Plasma, foi atualizado para a versão 5.12 LTS (Long Term Support, ou seja, Suporte de Longo Prazo), que traz maior estabilidade e confiabilidade, bem como vários novos recursos e melhorias. Além disso, o KDE Plasma 5.12 LTS também promete usar menos recursos da CPU e memória RAM, o que o torna mais suave e rápido que a versão anterior, KDE Plasma 5.8 LTS. Contudo, também é possível desativar os efeitos do ambiente gráfico em cenários onde não existe GPU como, por exemplo, em máquinas virtuais.

Além disso, agora é possível controlar a reprodução de música diretamente da tela de bloqueio, sem falar que a música será pausada automaticamente quando o sistema for suspenso. Outra novidade que deve agradar os amantes de privacidade é a possibilidade de criar "cofres" (acessando o ícone de cadeado na bandeja do sistema), o que pode ser o ideal para os usuários que geralmente lidam com informações confidenciais e privadas.



O recurso permite bloquear e criptografar conjuntos de documentos e ocultá-los de olhares indiscretos, mesmo quando você está com a sua conta de usuário logada. Mais detalhes sobre o KDE Plasma 5.12 LTS você pode encontrar no anúncio oficial, clicando aqui.

Melhor economia de energia

O Regata OS 19 conta com algumas melhorias promissoras na economia de energia que, dependendo do hardware do usuário, pode existir uma queda mensurável no uso de energia, mesmo em alguns casos sob carga, sem sacrificar o desempenho. Isso é possível graças a uma reformulação do loop ocioso do Linux Kernel 4.17 que pode levar alguns sistemas a obter uma queda no uso de energia em até 10% ou mais. Além disso, agora existe suporte inicial para recursos de eficiência de energia semelhante ao WattMan para GPUs AMD.

Download do Regata OS 19 Apollo

Agora que você conhece os principais destaques do Regata OS 19 Apollo, considere nos dar uma chance, experimentando o Regata OS no seu PC. Você pode fazer download agora mesmo da última ISO através deste link (para baixar a ISO em inglês, clique aqui).

Fonte: Regata OS Blog.

Até a próxima!

30 maio 2018

Lançamento do openSUSE Leap 15

     Foi lançado no dia 25 de maio de 2018 o openSUSE Leap 15 e conta com todos os recursos corporativos que os usuários avançados e profissionais de TI precisam, incluindo a capacidade de migrar para o próprio SLE 15 no final deste ano. Isso fornece aos integradores de sistema e administradores as ofertas de suporte, certificações e implantações em massa de longo prazo de um sistema operacional para ambientes corporativos.

"O lançamento de hoje do openSUSE Leap 15 está oferecendo aos usuários profissionais, empreendedores e ISVs (Independent Software Vendors) uma base nova de código, reforçada e robusta para suas cargas de trabalho que suportam hardware moderno, baseado em código aberto e estável, com foco na comunidade e ambientes corporativos", diz o anúncio oficial.




Os principais destaques do openSUSE Leap 15

Entre os principais destaques do openSUSE Leap 15, podemos citar um novo particionador implementado no instalador, integração com o conjunto de aplicativos de groupware de código aberto Kopano, o Firewalld como ferramenta de gerenciamento de firewall padrão, novas funções "server" e "transactional server", com sistema de arquivos raiz somente leitura e atualizações transacionais, otimizações para cloud e uma aparência totalmente nova que está estreitamente alinhada com o SUSE Linux Enterprise.

O openSUSE Leap 15 também aprimora as ferramentas de configuração do sistema presentes no YaST (Yet another Setup Tool) e do AutoYaST e atualiza vários de seus componentes para novas versões. Entre eles, podemos mencionar o Linux Kernel 4.12, ambientes gráficos KDE Plasma 5.12 LTS e GNOME 3.26, suíte de escritório LibreOffice 6.0, navegador Mozilla Firefox 60, cliente de email Mozilla Thunderbird 52, reprodutor multimídia VLC 3.0, OpenSSL 1.1.0, PHP 7 e systemd 234.


Os usuários existentes do openSUSE Leap agora podem atualizar para o lançamento do openSUSE Leap 15, mas para novas implantações, você terá que baixar as imagens de instalação do openSUSE Leap 15
O openSUSE Leap 15 funciona apenas com arquiteturas de hardware de 64 bits (x86_64), mas o suporte para as arquiteturas ARM64 (AArch64) e POWER é esperado em breve. A série openSUSE Leap 15 será mantida com atualizações de segurança pelos próximos três anos.

Fonte: LinuxBuzz.


Até a próxima.

29 maio 2018

Lançamento Pop! OS 18.04

     Baseado na recém lançada série de sistemas operacionais Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) da Canonical e alimentado pelo kernel 4.15 do Linux, o Pop! _OS Linux 18.04 é o segundo lançamento do derivativo Ubuntu do System76 e o melhor até agora, apresentando muitas mudanças, incluindo uma novíssima instalador, novos recursos de gerenciamento de energia, notificações de firmware e suporte adequado ao HiDPI.


"O instalador é a peça central do trabalho que estamos implementando para o Pop! _OS 18.04. Representa uma incrível quantidade de esforço de todos no país e cujo trabalho final nós estamos intimamente orgulhosos e algo que repetidamente mostramos teasers neste blog sobre o trabalho em andamento ", disse System76 em um post recente.


Alterações visuais, aprimoramentos de inicialização e criptografia completa de disco

Entre outras mudanças dignas de nota implementadas pelos engenheiros do System76 na maior versão do Pop! _OS Linux 18.04, podemos citar a criptografia completa do disco, bem como uma experiência de inicialização mais simplificada, onde o GRUB não é mais usado para gerenciar o processo de inicialização. Em vez disso, há o systemd-boot e o stub do kernel do System76, que manipula a instalação e as atualizações dos kernels em uma partição UEFI.

Há também várias mudanças visíveis ao usuário no Pop! _OS Linux 18.04 que tornam este lançamento especial em comparação com a versão anterior lançada há seis meses. Por exemplo, agora há uma versão light do Pop! Tema, a versão escura recebeu novas cores de fundo que são mais neutras, os itens do submenu agora são recuados para melhor visualização da hierarquia de informações.

Por último, mas não menos importante, há uma nova opção do tipo "Do Not Disturb" no centro de mensagens. Naturalmente, existem inúmeras outras melhorias que você terá que descobrir ao atualizar ou instalar uma nova cópia do Pop! _OS Linux 18.04 em seu computador pessoal. Você pode baixar Pop! _OS Linux 18.04 para sistemas Intel / AMD ou Nvidia de 64 bits aqui.

Até a próxima!

22 maio 2018

Lançamento do LE 6.1, com multiterminal integrado

Foi lançado uma nova versão do Linux Educacional 6.

Dentro dessa nova versão, o multiterminal livre está integrado. Assim, durante a instalação será perguntada a preferência do usuário quanto a utilização do sistema no modo multiterminal ou terminal único (para maiores informações sobre configuração e limitações, leia essa notícia).
Além do multiterminal, diversas melhorias e correções foram incorporadas nessa nova versão, segue resumo:
  • Corrigido problema que permitia a inicialização de duas instâncias do Epoptes simultaneamente na mesma máquina, causando erro na aplicação.
  • Implementação de bloqueio para impedir usuário aluno de reiniciar, desligar ou alterar configurações de rede do computador.
  • Implementação de tela de ajuda dentro do sistema, com informações sobre as principais funcionalidades do LE, incluindo uso do epoptes, controle parental, atualização automática e acesso a Plataforma Integrada do MEC.
  • Diversas melhorias no painel de controle do LE6, incluindo ícone para nova tela de ajuda do LE6, nova interface para criação de usuário professor e opção para desligar as atualizações automáticas.
  • Inclusão dos seguintes tópicos no Manual do Usuário:
    • Configuração do controle parental.
    • Sistema de atualização automática do LE.
  • Inclusão do tópico sobre configuração do multiterminal no Manual de Instalação.
  • O sistema agora avisa quando há necessidade de reinicialização do sistema após atualização.
  • Otimização da aparência, desempenho e interface.
  • Adicionado botão na Edubar para exibir somente conteúdo já baixado no computador.
Agradecemos o interesse da comunidade, e estamos ansiosos para receber o feedback de vocês no fórum!
Até a próxima!

07 maio 2018

Lançado Fedora 28

Matthew Miller, líder do Projeto Fedora, anunciou a disponibilidade do Fedora 28, a nova versão de sua popular distribuição patrocinada pela Red Hat. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.


A área de trabalho padrão no Fedora é o ambiente desktop GNOME e a interface padrão é o GNOME Shell.

Contudo, outros ambientes de trabalho, incluindo o KDE, Xfce, LXDE, MATE e Cinnamon, estão disponíveis. Isso porque, assim como o Ubuntu da Canonical, o Projeto Fedora também distribui variações personalizadas de Fedora, chamadas de Fedora spins.

Fedora spins são construídos com conjuntos específicos de pacotes de software, para oferecer ambientes de trabalho alternativos ou segmentação para interesses específicos, tais como jogos, segurança, design, computação científica e robótica.

Novidades do Fedora 28

A principal novidade que Miller destacou no Fedora 28 foi a inclusão do novo repositório Modular. Isso permite que o usuário selecione entre diferentes versões de software, como o NodeJS ou o Django, para que você possa escolher a pilha de que precisa para o seu software.

Interessado? Confira a documentação para usar módulos.

Lembramos que isso decorre do reconhecimento do fracasso da edição do Modular Server, que não parecia muito fácil de usar, uma situação que levou ao lançamento de uma edição para servidores padrão como uma solução de emergência.

Já que o assunto são servidores, a versão do Fedora Server for ARM 64 bits (Aarch64) se tornou uma arquitetura primária.

No Fedora Atomic Host, vale destacar a opção AutomaticUpdatePolicy para o rpm-ostree e a inclusão do Kubernetes 1.9.

No Fedora 28, foi incluido a capacidade de adicionar mais softwares de terceiros à edição Workstation do sistema operacional.

Agora, em poucos passos, os repositórios podem ser facilmente adicionados para obter e instalar software de terceiros que são amplamente utilizados, mas que por algum motivo não estão em conformidade com os princípios do Fedora (por ser proprietário, licenciamento, ou outro motivo qualquer) como o Google Chrome e o driver oficial da NVIDIA, por exemplo.

Matthew Miller menciona especialmente a NVIDIA, e que os gerentes de distribuição anunciaram há muito tempo que tentariam melhorar a compatibilidade técnica desse driver.

Fonte: Blog do Edivaldo.

Até a próxima!

27 abril 2018

Lançamento do Ubuntu 18.04

     Depois de meses de desenvolvimento e lançamentos Alfa/Beta agora está confirmado a Canonical finalmente lançou o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver). Este é o sétimo lançamento de suporte de longo prazo do sistema operacional de código aberto mais popular do mundo.

     Como o Ubuntu 18.04 é o LTS, os usuários receberão atualizações por 5 anos, ou seja, até abril de 2023.
     Falando especificamente sobre diferentes sabores, o Ubuntu Desktop, o Ubuntu Server, o Ubuntu Core e o Ubuntu Kylin terão 5 anos de suporte; O Ubuntu Studio receberá 9 meses de suporte; todos os outros sabores receberão 3 anos de suporte.



Novos recursos no Ubuntu 18.04 LTS


     Seria interessante dizer que o Ubuntu 18.04 traz muitas melhorias de estabilidade e correções de bugs para os entusiastas do Linux. Houve inúmeras alterações que foram incorporadas neste ciclo de lançamento para adicionar novos recursos e melhorar a experiência geral do usuário.

     Os recursos de destaque do Ubuntu 18.04 LTS são os seguintes.
  • Área de trabalho do GNOME 3.28
  • Kernel do Linux 4.15
  • Xorg por padrão
  • Nova opção de instalação mínima
  • Novo instalador para o Ubuntu Server
  • Emoticons coloridos
  • Tempo de inicialização mais rápido
  • suporte de compactação zstd
  • Novos papéis de parede

     Se você adora estabilidade e não quer fazer o upgrade do Ubuntu 16.04 LTS, para o Ubuntu 18.04 será uma experiência totalmente nova devido ao ambiente de área de trabalho GNOME.

Para saber as novidades do lançamento como também baixar a nova versão acesse aqui.

Até a próxima!

Lançamento Linux Lite 4.0